Crítica Literária

15/08/2011

Passar 24 horas assistindo televisão ou mexendo no computador frita o seu cérebro. É verdade, minha mãe disse. E é claro que você não quer que isto aconteça, pois qualquer um com bom senso sabe que um cérebro cozido é muito mais saboroso e livre de gordura que um frito. Há várias receitas deste tipo no livro 1001 Receitas Cerebrais, escrita por diversos autores como Isaac Newton, com sua ótima receita de maçã; Quincas Borba, com a sua de batatas; e Albert Einstein, que tentava compensar sua inépcia culinária dizendo que o gosto era relativo, mesmo com todos afirmando que suas receitas sempre tinham gosto de frango.

Mas não é por isso que estou aqui. Eu estou aqui porque uma explosão, bilhões de anos atrás, espalhou matéria incandescente por todo o universo, que após se resfriar possibilitou o surgimento de vida neste planeta azul-esverdeado onde estou. Mas eu também não vim aqui falar disto, mas sim de como não fritar seu cérebro. E a maneira de fazer isso é desligando, ocasionalmente, o seu computador e televisão e indo ler um livro. Como algumas sugestões, veja aqui algumas críticas literárias dos maiores Best-sellers já feitos.

Dicionário – A diversidade de assuntos deste livro o faz agradável para qualquer tipo de pessoa. Se você gosta de romance, terror, suspense, comédia, ou drama você encontrará todos aqui, tendo apenas o trabalho de achar no índice a letra correspondente. Esta mesma característica às vezes é vista como defeito, pois ele possui uma seqüência de boas idéias que não se desenvolvem, abandonando por completo a divisão em três atos de Aristóteles. É uma obra de vanguarda que não possui nenhum personagem, idéia surgida durante uma greve real dos personagens fictícios. Esta greve foi extremamente difícil de conter, pois é preciso uma polícia fictícia para reprimir personagens fictícios, e a polícia do Rio de Janeiro até foi cotada para o caso, mas no final decidiu-se que a polícia carioca não é fictícia ou inexistente, mas simplesmente incompetente.

Lista Telefônica – Aqui, pelo contrário, temos vários personagens e praticamente nenhuma história. As maiores características deste livro são o seu realismo, com diversos personagens que você pode encontrar na vida real, e a estreita relação que possui com o interlocutor. Se em seu livro Brás Cubas falava com o leitor, aqui o leitor pode falar com os personagens, por apenas 21 centavos por minuto pela Embratel.

Atlas Geográfico – Se você gostou de Senhor dos Anéis vai amar este livro. Ele é basicamente composto de descrições. Leia sobre o rio que percorria determinado campo, que possuía tal relevo e ficava em certo continente. Épico é uma palavra para definir este livro, uma obra tão grande como o próprio globo terrestre. É necessário lembrar de comprar sempre as últimas edições, pois as primeiras possuíam erros grosseiros, como dizer que a Terra era plana.

Mas se mesmo após isso você ainda quiser fritar seu cérebro, lembre-se, uma pitada de orégano sempre dá um toque especial.


Sobre os malefícios da dengue

05/07/2011

A dengue é uma doença tropical, cujos focos epidêmicos se localizam majoritariamente entre o Trópico de Capricórnio e o Trópico de Câncer – o câncer também é uma doença, porém, paradoxalmente, uma doença do tipo não-tropical. Dentre outros sintomas, a dengue provoca uma febre intensa. Ao longo das regiões intertropicais, milhares de pessoas vêm se mobilizando com grande empenho, no intuito de combater os perigosos focos de água parada. Uma verdadeira febre. A situação é realmente muito delicada, pois de acordo com as estatísticas oficiais, a taxa de mortalidade só vem aumentando. Comparando com o mesmo período do ano passado, morreram 27% a mais de mosquitos no primeiro semestre de 2011.

Como todos sabemos, a água parada é perigosa. Portanto, vale a pena seguir algumas dicas importantes para evitar situações arriscadas. Na verdade, é uma dica só: não tome banho de banheira. A menos que você consiga manter a água da banheira em movimento, chacoalhando os braços e membros inferiores, a banheira é uma escolha muito pouco segura para a assepsia corporal. Ou então não tome banho – na dúvida, é melhor não arriscar. Se você sentir falta daquela deliciosa sensação relaxante, fume um cigarro.

Cumpra seu dever

Aposentado é estrangulado

10/06/2011

Aposentado estava em seus aposentos quando teve o pescoço estrangulado pelas mãos do estrangulador.

Aposentado (foto de quando era jovem) foi morto em casa

Um aposentado foi encontrado estrangulado, ontem, na residência em que morava. A vítima, morta em casa, estava inativa e não trabalhava. Segundo o vizinho da casa ao lado, que não quis se identificar, o aposentado já tinha trabalhado em vida. Durante algum tempo, o aposentado teria contribuído para a Previdência Social, e vinha recebendo parte desse valor em parcelas mensais.

Autoridades se dirigiram até o local do crime, em que ocorreu o estrangulamento. No aposento do aposentado, foram encontrados, além do corpo, uma cama e um guarda-roupas. No interior do guarda-roupas, foram encontradas algumas roupas. Ao que tudo indica, tanto a cama quanto as roupas eram de uso pessoal do aposentado.

Investigações preliminares, realizadas por parte dos investigadores, sustentam que o crime ocorreu no pescoço da vítima. As mãos teriam pressionado o pescoço e interrompido o fluxo de oxigênio para o cérebro do aposentado, acarretando sua morte.

Mãos
Não se sabe a identidade do estrangulador, ou seu paradeiro. Investigadores asseguram que ele possui as duas mãos, ou ao menos as possuía na ocasião do estrangulamento. Afirma-se, ainda, que o criminoso se encontrava na casa do aposentado no momento do crime. “Temos que apurar melhor o caso”, relatou uma das autoridades.


Games-Arte

25/05/2011

Um dia ainda vão resolver que video-game é arte. Um grupo de franceses vai se reunir e lançar o manifesto da Nouvelle Vague dos jogos eletrônicos. Eles vão dizer que está tudo errado, que é tudo absurdo: “não existem encanadores italianos que saem por aí matando tartarugas e salvando princesas”.

Precisamos do jogo-verdade: The Sims é arte! The Sims é vida real! Mas ainda é preciso ir além, precisamos ser autorais, colocar nossa visão de mundo nos simuladores, repensar a forma a estética. O jogo tem que ter tempos mortos, a imagem e o som não precisam fazer sentido, devem se contrapor. Os comandos então nem se fale: a partir de agora você manda seu personagem socar, mas ele vai chutar. Isso é arte. Bugs não existem mais, são recursos estéticos: o jogo trava e nós aplaudimos de pé. Assoprar o cartucho faz parte da interação do usuário com a arte. Aliás, o usuário agora se chama sujeito e o game é um espetáculo.

No Brasil vamos aderir à moda também. Vai começar o movimento do Gueime Novo– seguindo à risca a nossa maneira de abrasileirar as palavras. A gente não tem tecnologia e segue a estética da fome: nosso gráficos serão de Atari. Nossas histórias serão os mitos nacionais e os personagens nacionais:

A winchester 22 é a arma secreta desse jogo

GTA: Faroeste CabocloVocê é João de Santo Cristo e está em Brasília, uma cidade sem lei.

Videocassetadas TyconSimulador dos quadros Videocassetadas e Olimpíadas do Faustão. No modo carreira você deve fazer Fausto Silva emagrecer.

Socorram, as popozudas fugiram!Você é o Mc Créu e tem que colocar as popozudas de volta na gaiola. Conforme seu personagem evolui, você consegue fazer uma velocidade mais rápida da “dança do créu”. Mas cuidado, suas inimigas podem te atacar com a surra de bunda.

Políticos vs. Criaturas Lendárias

Lula e Saci num duelo de arrepiar

Criatura Lendárias vs. Políticos – Jogo no estilo Marvel vs. Capcom. Entre os personagens estão Mula-sem-cabeça, Paulo Maluf, Saci pererê e um Getúlio Vargas Zumbi. O grande lance do jogo é o chefão final: Dilma Russeff mutante que solta tomates flamejantes.


Caminhos da telecomunicação

26/03/2011

Abrangendo um território tão vasto que se estende do código morse à a transmissão por satélite, sem esquecer daqueles simpáticos telefones de lata e barbante que você fazia quando era criança*, as telecomunicações dominam hoje o mundo inteiro e, não seria exagero dizer, o Brasil também. Ainda assim, (…continue lendo…)


Teatrinho das armas

23/03/2011


Fazer comédia é difícil, e drama também, então aí vai o divertimento inócuo de uma cena aleatória de ação, e de ação aleatória. O melhor: toda a ação se passa num único ambiente, então é algo que você pode encenar com seu grupo de teatro e quem sabe até angariar aplausos e dólares.

Personagens:

TRABUCO, 50-60 anos
CARABINA, 25-30 anos, calibre 12, cano serrado, cromada, bonita
GARRUNCHA, feia e antiga, enferrujada
METRANCA, 40-45 anos, arma de gângster, bonita, com coronha e empunhadura de madeira
BAIONETA, apelido “Baiô”, tímida (vive escondida), porém sábia
REVÓLVERES (2), prontos pro crime
FACAS (7), tudo Tramontina
GARFOS (7), tudo Tramontina também

Duas máscaras. A da esquerda está chorando e a da direita está rindo.

A data é a véspera do Ano Novo. O lugar é uma sala ampla de uma mansão localizada num bairro chique. Ao fundo há uma parede, dos lados há cortinas, e o único móvel que se vê por inteiro é uma grande mesa ao centro, em que está havendo um banquete. Os GARFOS são levados à boca dos seres humanos, enquanto as FACAS cortam a comida que na sequência será levada à boca, enquanto os seres humanos falam coisas quaisquer.

FACAS: Roc-roc-roc.

(…continue lendo)


Meu Reality Show

04/02/2011

AVISO LEGAL: Este artigo possui conteúdo relacionado a cultura de massa. Se você é sensível a este tipo de material, ou se ele lhe causa uma leve reação alérgica, recomendamos sites de haute culture, com temas como vinho, jazz, arte moderna ou Chavo del Ocho.

Nunca tive dúvidas: um dia, terei um Reality Show.

Vamos partir desse axioma.

Não precisa ser estrelado por mim, não precisa ter minha vida como tema; quero apenas controle absoluto sobre tudo que ocorre no programa. Digo isso porque, quando cometerem o erro (e o dia chegará!) de entregar em minhas mãos um Reality Show, posso garantir um aumento desproporcional na quantidade de show em relação à quantidade de reality. Talvez eu até passe a considerá-lo um Show Show. Quase como o cachorro, mas menos peludo.

Acho que isso dá uma dimensão bastante clara do que quero dizer.

A primeira regra do meu Reality Show …(continue lendo)


%d blogueiros gostam disto: