ALÔ VOCÊ!

Começo por aqui dizendo olá. Bem, na verdade comecei dizendo Começo.

Ou ALÔ. Mas, olá.

Não foi fácil ser convidado para escrever neste blógue. Matei, roubei e me prostitui (não necessariamente nesta ordem), mas está valendo a pena. Os fins justificam os meios, os meios justificam os começos, e os começos apenas começam. Como de praxe, quando recebi o convite, passei pelos cinco estágios do Temor da Escrita, a saber:

1º estágio: Negação e Isolamento
A negação e o isolamento são mecanismos de defesas temporários do Ego contra a dor psíquica diante da escrita. A intensidade e duração desses mecanismos de defesa dependem de como a própria pessoa que sofre e as outras pessoas ao seu redor são capazes de lidar com essa dor. Em geral, a negação e o isolamento não persistem por muito tempo.

No meu caso, fingi que não era comigo. Por um momento, me forcei a esquecer que sabia ler e escrever. Me isolei do contato com cadernos, jornais, legendas, mãos, borras de café, cartas de tarô e processadores de textos. Nem meu nome eu assinava mais.

2º estágio: Raiva
Por causa da raiva, que surge devido à impossibilidade do Ego manter a negação e o isolamento, qualquer texto confrontado se torna problemático e todo o ambiente é hostilizado pela revolta de quem sabe que vai escrever. Nessa fase, a dor psíquica do enfrentamento da escrita se manifesta por atitudes agressivas e de revolta; “por que comigo?!”. A revolta pode assumir proporções quase paranóides; “com tanta gente ruim pra escrever no blógue porque eu, eu que sempre fiz o bem, sempre trabalhei e fui honesto…”.

É importante, nesse estágio, haver compreensão dos demais sobre a angústia transformada em raiva na pessoa que sente interrompidas suas atividades pela obrigação da escrita. Assassinatos leves podem ocorrer neste período, mas repetimos que é preciso haver compreensão. Pessoas nascem, pessoas morrem, pessoas matam as outras pessoas e comem seus cérebros para tentar escrever melhor. Absolutamente normal, tudo faz parte do processo.

3º estágio: Barganha
Havendo deixado de lado a negação e o isolamento, e percebendo que a raiva também não resolveu, a pessoa entra no terceiro estágio; a barganha. A maioria dessas barganhas é feita com O Administrador do Blógue (a.k.a. Lobo Batuta) e, normalmente, mantidas em segredo.

Como dificilmente a pessoa tem alguma coisa a oferecer ao Lobo Batuta, além de sua vida, e como ele já parece estar tomando-a, quer a pessoa queira ou não, as barganhas assumem mais as características de súplicas, e rituais regados a cerveja e um bom patê Foie Gras, assim como músicas da Shakira tocadas de trás para diante. A pessoa implora que o Lobo Batuta malvado aceite sua oferta em troca de não mais precisar escrever semanalmente, como por exemplo, sua promessa de uma vida dedicada ao videogame, ao frevo, ao cultivo de cogumelos… Na realidade, a barganha é uma tentativa de adiamento. Nessa fase o paciente se mantém sereno, reflexivo e dócil (fuma-se muitos Habaneros).

4º estágio: Depressão
A depressão aparece quando o paciente toma consciência de sua debilidade na escrita, quando já não consegue conjugar os verbos corretamente, quando as concordâncias e o texto escrito não fazem sentido algum. Evidentemente, trata-se de uma atitude evolutiva; negar não adiantou, agredir e se revoltar também não, fazer barganhas não resolveu, matar e comer cérebros também não. Surge então um sentimento de grande perda. É o sofrimento e a dor psíquica de quem percebe a realidade nua e crua, como ela é realmente, é a consciência plena de que nascemos para escrever, e de que escrevemos sozinhos. Aqui a depressão assume um quadro clínico mais típico e característico; desânimo, desinteresse por pipocas e queijos, tristeza generalizada e compulsiva, volta-se a chupar chupetas, etc.

5º estágio: Aceitação
Nesse estágio o paciente já não experimenta o desespero e nem nega sua realidade. Esse é um momento de repouso e serenidade antes de enfrentar a difícil tarefa. Não se preocupa mais com bobeiras como: o que escrever? O que é um blógue? Qual o público alvo? Escrevo blog ou blógue? Será que eu posso falar sobre meus desejos mais secretos? Alguém que vai ler gosta de molhar o pão no café como eu? Porque que os círculos são tão perfeitos e infinitos? O meu dedo mínimo da mão direita, que é torto, terá alguma salvação? Os sapos realmente respiram embaixo da água? O paciente simplesmente senta, e escreve uma merda qualquer como esta aqui. I qui si foda.

E foi assim q eu cheguei até aqui. E olha que quando nasci, não sabia nem ler, nem escrever. Nem andar eu sabia direito. A vida foi caminhando, tal e coisa, coisa e tal, as moléculas e os átomos todos funcionando de maneira adequada, para tudo convergir para este precioso momento.

Gostaria de mandar um beijo para minha mãe, um beijo para o meu pai, e mandar um beijo especial para a Xuxa. A Xuxa-Shasha. Aquele abraço apertado no cérebro! Rá!

———————-

O LOBO BATUTA, NA QUALIDADE DE ADMINISTRADOR E CENSOR DESTE BLOG, GOSTARIA DE EMITIR SUA OPINIÃO, DIZENDO QUE NUNCA PARTICIPOU DE BARGANHA ALGUMA, NEM DE JOGOS ILÍCITOS (EMBORA ESTEJA PROGRAMANDO UMA PARTICIPAÇÃO NO JOGO DO BICHO, ONDE SEUS TALENTOS SERÃO MUITO BEM APROVEITADOS). SEU DUVIDOSO GOSTO POR SHAKIRA REVERSA É FACILMENTE EXPLICADO POR TRAUMAS NA INFÂNCIA. NINGUÉM É OBRIGADO A ESCREVER NO BLOG, E OS QUE NÃO ESCREVEM SOFREM APENAS SUAVES CASTIGOS CORPORAIS, COMO A MORTE LEVE.

(O CONTEÚDO DESTA MENSAGEM NÃO É DE MANEIRA ALGUMA RESPONSABILIDADE DO LOBO BATUTA, DO BLOG DO COVIL, DA COVIL PRODUÇÕES, E NÃO POSSUI QUALQUER RELAÇÃO COM SUAS EMPRESAS ASSOCIADAS E FILIADAS, NEM COM O TEXTO ANTERIOR. TODA E QUALQUER SEMELHANÇA COM FATOS REAIS É PURA FICÇÃO, E VERSA-VICE.)

Uma resposta para ALÔ VOCÊ!

  1. priscila disse:

    Faltou um bjos pra mim kkkk Pri.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: