CARTA ABERTA À MAMÃE

CARTA ABERTA À MAMÃE

O estudante universitário e humorista de baixa qualidade Martinho Hoffman, doravante denominado EU, vem por meio desta carta chamar a atenção das autoridades, doravante denominadas MAMÃE ou A SENHORA, para a exposição da atual conjuntura em que me encontro, bem como levar o estado das suas solicitações ao conhecimento de toda a população de Niterói e adjacências, pois considero serem de interesse público e da mais alta importância.

Para tanto, pauto esse esclarecimento nos seguintes tópicos, aos quais peço de todos que dêem o valor que têm e que exigem a escritura dessa carta.

1 – Me encontro muito bem, e agradeço a sua atenção para o status desse quesito. E a senhora, em que condições se acha no momento?

2 – A temperatura em Niterói, confirmando as suas suspeitas, encontra-se bastante baixa. Por isso, como requisitado pela senhora, tenho me agasalhado de forma ampla e, à noite, usado uma coberta com grande capacidade de isolamento térmico.

3 – Minha alimentação, sempre questionada pela senhora, tem apresentado um caráter regular, que, embora não siga os padrões mais rigorosos de qualidade, encontra-se em um patamar aceitável e satisfatório.

4 – Para ligar o DVD, a senhora deve seguir as instruções que lhe enviei por correio eletrônico, em especial a de apertar o botão grande do lado esquerdo do aparelho. Contudo, recomendo que não assista ao filme Zodíaco, do diretor David Fincher. O mesmo foi deixado em sua casa por engano, pois é um suspense de Serial Killer e a senhora não o apreciará muito.

5- Finalmente, mas sem menor importância, convém lembrar que o afeto e as saudades repetidamente declarados pela senhora são recíprocos, e pedir-lhe que extenda-os ainda, juntamente com um abraço de grande intensidade, ao senhor seu marido, por quem já foi explicitado várias vezes que tenho enorme apreço.

Nesses quesitos, acredito que tenha sido publicamente demonstrado que as suas solicitações foram atendidas, o que, imagino, evitará o litígio por qualquer uma das partes, para o benefício geral, desde que, com as próximas demandas, seja enviado mais um pedaço do pão caseiro que a senhora faz.

Niterói, 1° de Julho de 2011,

Eu

2 respostas para CARTA ABERTA À MAMÃE

  1. Fernanda disse:

    Hehehe… Muito boa!! Eu só acrescentaria um pequeno detalhe à carta: “desde que, com as próximas demandas, sejam enviados mais dois pedaços do pão caseiro que a senhora faz.”. Me viciou e agora fica regulando a mercadoria, caríssimo senhor autor??

  2. Vitor Medeiros disse:

    Meu filhinho é tão engraçadinho! Fofo da mamãe!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: