Jogo do sério


– Meu amor, a gente se divertiu bastante ontem, não foi?
– Sim. A gente ficou um bom tempo na sacada, olhando pro céu, enquanto você contava histórias bonitas de quando você era menino.
– É. Que vergonha.
– E depois nós fomos pro quarto, porque estava frio, e nós aquecemos os pés um no outro, debaixo do cobertor. E você sorriu…
– Chega. Pare.
– O que foi?
– Não sei porque eu fiz todas essas coisas. Aquele não era eu. Você sabe que eu sou um homem sério.
– Ora, que drama. Nós estávamos alegres, e daí?
– Alegria é coisa de vagabundo.
– Mas isso foi uma coisa muito particular, somente nossa. Não fizemos mal a ninguém.
– É por isso que esse país não vai pra frente.
– O que tem a ver uma coisa com a outra?
– Daqui a pouco você vai ser partidária da legalização da maconha.
– É claro que eu sou contra o tráfico, mas não tenho nada contra a maconha. Eu não sairia hoje por aí gritando “fumem maconha”, mas poderia dizer “se a maconha for legalizada, fumem-a”.
– Não seria “fumem-na”?
– Não sei.
– Por favor, me dê a gramática.
– Esse livro aqui?
– Não, esse aí é um livro de ficção. Ficção é coisa de vagabundo.
– Então deve ser esse.
– Esse mesmo. Gramática da norma culta. Tem o seu nome, Norma… pena que você é inculta… aqui está, o correto é “fumem-na”. Se a maconha for legalizada, fumem-na. No singular seria “fume-a”.
– Enfim, eu só queria falar o que eu penso sobre a maconha.
– Maconha é coisa de vagabundo. Enquanto eles perdem a vida sendo felizes, fumando e se envolvendo com ficção, a gente aprende a escrever direitinho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: