Astrologia

Três dias de atraso para postar. Na sexta-feira, minha mãe disse: “Não é hoje que você deveria escrever no Blog do Covil?”. Estranho e inapropriado. “Por acaso eu fico lembrando-a de seus compromissos sem importância?”, retruquei.

Estive ocupado revendo meus conceitos. O ano de 2011 não começou de modo especialmente bom pra mim. Um relacionamento terminou de forma bastante dolorosa, e não me refiro ao momento em que a dama de meus afetos conseguiu com sucesso perfurar com um espeto de churrasco vários centímetros do meu tórax. São as palavras que realmente machucam. O tórax apenas sangra mais.

Sempre me considerei um sujeito muito incrédulo. A cartomante que frequento é da mesma opinião, e a cigana que lê minha mão sempre ressaltou que esse é um dos traços fundamentais da minha personalidade. Ainda assim, a aparente maré de azar porque venho passando me deixou cético com relação ao meu ceticismo. Ceticismo de segundo grau, é como eu chamo. Não seria o caso de enfim ver o que as estrelas têm a dizer sobre meu futuro, ou pelo menos sobre o que fazer com esse espeto de churrasco atravessado no peito? Não é o caso de ouvir o universo e ver se ele tem algo de urgente a alertar-me, ou pelo menos uma piada bem engraçada para eu contar em situações sociais?

Decidi dedicar-me ao assunto. Para não ser perturbado, imediatamente escrevi um aviso em minha porta: “entre sem bater”. Constatei que não seria o suficiente, e reescrevi: “bata sem entrar”. Juntei bibliografia apropriada e a opinião de especialistas – se por bibliografia você entender Google, e por especialistas o Yahoo! Repostas.

Fiz meu mapa astral completo, e percebi em 2011 uma série de eventos maravilhosos previstos para começar imediatamente, e sem previsão de término. Marte estava alinhado com Vênus, Vênus com Júpiter, e Júpiter com um buraco negro, permitindo-me encaçapar dois planetas numa só tacada e colocar os demais jogadores numa sinuca espacial.

As forças solares apontando para meu ascendente indicavam não apenas boa fortuna, mas também um belo bronzeado. E além disso, dinheiro, mulheres, fama, criatividade: no BlackJack do Universo, eu havia tirado 21. Revisei todos os detalhes com cautela e euforia, para no fim chegar a duas setas para baixo e uma inscrição invertida bem na borda inferior do mapa:

“Este lado para cima”.

3 respostas para Astrologia

  1. Aquele disse:

    “por bibliografia você entender Google, e por especialistas o Yahoo! Repostas.”

    E há alguma outra forma de pesquisar ?

  2. Carol Hoffmeister disse:

    essa sinuca espacial vai ser contra o astronauta?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: